18 comentários em “Magistério de SC X Governo FORA DA LEI!

  1. …boa escrita, cacau menezes!!!…diário catarinense…16-06-2011

    Os xarás

    Parece que foi mais fácil ao xará do governador ter descoberto a América do que o Raimundo descobrir uma saída para achar o fim da greve dos professores. E mais: se a legalidade do movimento for submetida à apreciação do Judiciário, o Estado não vai se sair bem. Isso explica a falta de encaminhamento do assunto para ser resolvido pela Justiça.

    O troco

    Há poucos dias, Cacau noticiou, em primeira mão, a decisão do senador Paulo Bauer de se lançar logo candidato ao governo do Estado, aproveitando o que considera um começo de governo sem mão de ferro, frouxo, sem atitude, de Raimundo Colombo.

    Ontem, ao ler nesta coluna a notícia do superfaturamento apurado pelo Tribunal de Contas de brinquedos pela Secretaria da Educação, Cacá Pavanello, da terra de Bauer, Jaraguá do Sul, e no gabinete de Raimundo, queria saber se Paulo Bauer for governador, vai governar com essas “mãos de ferro” com as quais comprou os brinquedos? Pois agora? …A GREVE CONTINUAAAAAAA!!!>>>>>>>AUDITORIA FEDERAL JÁ…”cadê a grana do Fundeb??? Se o “gato” comeu, “cadê” o “gato”? Vamos começar a balançar a “jaqueira”!!! Aceitamos “jacas maduras e bem pesadas”.>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> A JUSTIÇA FEDERAL JÁ ESTÁ NO CIRCUITO!!!!!!!

  2. …Prof(a) Analu; menina de Lages!!! “Imbituba Quebra Altas Ondas!”……………………………………………………………………………………..
    “(…)mas não podemos prometer algo que não poderemos cumprir.” A frase do governador encontra-se fora de ordem: ” Não podemos cumprir algo que prometemos” Na época da campanha: “Educação é prioridade!” Cadê? Claro que expondo dessa forma, a população acredita que ganhamos e não queremos voltar: “o menor salário pago será de R$ 1.483,00.” É verdade. Porém, a tabela proposta não contempla a todos, muito pelo contrário, como muitos já comentaram neste mesmo blog, há professores com pós-graduação, mestrado e doutorado, que terão seus salários DIMINUÍDO. O governo fala o tempo todo na mídia que cede e nós não cedemos. Será? A Lei do Piso Nacional foi sancionada em 16/07/2008. Em 17 de dezembro do mesmo ano, o STF garante esse piso e os ministros reconhecem que este deve valer a partir de 1º de janeiro de 2009. Será que nunca cedemos? Estamos esperando desde janeiro de 2009. O governo recorreu e a ação foi para a justiça. Em 6 de abril de 2011, o STF deu ganho de causa aos trabalhadores, determinando que o Governo cumpra a Lei. Portanto, esperamos 727 dias, (mais de dois anos) pela decisão do Supremo (tempo suficiente para o Governo se organizar com a verba, pois era óbvio que isso aconteceria). Depois da decisão do STF, esperamos ainda 42 dias para deflagrarmos a greve (e a fizemos dentro da Lei). Agora estamos a quase 800 dias (exatos 798 dias) sem receber o Piso como determina a Lei, e não cedemos??? Querer a aplicação de uma Lei determinada pelo STF não significa não ceder, significa querer justiça e dignidade. Queremos o que foi prometido em campanha: Saúde, Segurança e Educação. “É pela promessa de tais coisas que desalmados têm subido ao poder. Mas só mistificam. Não cumprem o que prometem, jamais o cumprirão.” (Charlie Chaplin). Chaplin tinha razão: jamais o cumprirão… triste realidade de nosso país!!!

    …A GREVE CONTINUAAAAAAA!!!>>>>>>>AUDITORIA FEDERAL JÁ…

  3. …# SOINGER diz:
    16 de junho de 2011

    REGIONAL DO SINTE DE LAGES – TERRA DE COLOMBO – GREVE VAI CONTINUAR

    A maioria dos professores presentes na Assembleia Regional de Lages optaram pela continuidade da greve. Nas falas, a Direção Estadual do SINTE até tentou direcionar a votação para o fim da paralização, porém, as falas dos professores, as perguntas e dúvidas sobre o papel do SINTE nas negociações e o entendimento que este (o sindicato) está fazendo sua parte, e que o movimento agora é maior que o sindicato, é um MOVIMENTO LEGÍTIMO DOS PROFESSORES DA REDE ESTADUAL resultaram no apoio para continuidade da greve, que deve ser referendada na Assembleia Geral provavelmente na próxima semana. Quem aderiu a greve sabia que poderia ser descontado, mas as ameaças, a falta de uma postura correta do Estado e de seu governo no uso das verbas destinadas à educação, e o desprezo da classe perante as demais , quando a Saúde receberá aumento, Tribunal de Contas e Tribunal de Justiça idem, menos a Educação, fizeram com que, com vontade redobrada, com folha zerada, o professor continue sua luta, digna, honesta. Não haverá reposição de aulas com os dias descontados. E o retorno dependerá de proposta concreta do Governo e seu governante, que tem a caneta na mão e pode abrir também os cofres atendendo as reivindicações da categoria.
    …É GREVE; É GREVE; É GREVE É GREVE É GREVE!!!

  4. …# Soraya diz:
    16 de junho de 2011

    Caro MÔA.
    Na regional de Videira, os professores, por unanimidade decidiram hoje que a greve continua!!! Por uma educação pública de qualidade e por respeito aos profissionais da educação, a cada dia mais esclarecidos e unidos por este ideal!!!
    …É GREVE!!!

  5. …# Eleandro Sebastião Maier diz:
    16 de junho de 2011

    REGIONAL DE XANXERÊ ( VOLTEI DE LÁ AGORA)

    A GREVE CONTINUA . NINGUÉM QUER PERDER REGÊNCIA E 50% NAS AULAS EXCEDENTES.

    SUGESTÃO : PODE ATÉ MANTER A TABELA PROPOSTA PELO GOVERNO, MANTENDO AS REGÊNCIAS EM 40% E 25% E A INTEGRALIDADE DAS AULAS EXCEDENTES.( ASSIM COM CERTEZA A GREVE ACABA ). “será MESTRE?”

    A GREVE CONTINUA, VAMOS FIRME, NÃO RETROCEDEREMOS UM MILÍMETRO. “ou seria nanômetro MESTRE!”

    JUNTOS SEREMOS FORTES “somos fortes MESTRE!”
    …A GREVE CONTINUAAAAAAA!!!>>>>>>>AUDITORIA FEDERAL JÁ!!!…….”CADÊ A GRANA DO FUNDEB? O “GATO” COMEU! VAMOS PRENDER O “GATO”! A POLÍCIA FEDERAL JÁ ESTÁ NO CIRCUITO; todo cuidado é pouco, senhores “gatunos”!!!

  6. … Lucimara Martins Barzan diz:
    16 de junho de 2011

    A GREVE VAI CONTINUAR NAS REGIONAIS DE CRICIUMA…COM CERTEZA….95% ESCOLAS FECHADASSS.
    QUEM VAI GANHAR SÃO OS PROFESSORES QUE ESTÃO TRABALHANDO NAS SALA DE INFORMATICAS..,
    QUE SÓ TEM O ENSINO MEDIO, POIS MUITOS ESTÃO CURSANDO UMA FACULDADE…
    ALGUNS PROFESSORES ESTÃO ALI, SIMPLESMENTE PARA QUEBRAR UM GALHO PARA TER DINHEIRO PARA FACULDADE, MAS NA VERDADE ELES NÃO QUEREM NADA COM EDUCAÇÃO.
    UNS FAZEM ENFERMAGEM, ADMINISTRAÇÃO, E OUTROS CURSOS…
    MUITOS FICAM NA SALA DE AULA INFORMATICA ..SEM PODER FAZER NADA , POIS NÃO HÁ COMPUTADORES E OS QUE TEM NÃO FUNCIONAM…
    ALUNOS SEM AULAS DE INFORMATICAS…..
    NÃO SEI PORQUE ELES CRIARAM ESSA AULA DE INFORMATICA SE NEM PC TEM…
    QUE PAGUEM O SALARIO DOS PROFESSORES..
    ESSES TRABALHADORES ESTAM FELIZES POIS DOS +- R$800 VÃO ganhar R$ 1187,00 ENTÃO PRA ELES FOI VANTAGEM..
    PODERÃO PAGAR A FACULDADE.
    É GREVE ..
    É GREVE….
    ESTAMOS FIRMES E FORTES NESSA LUTA….
    …A GREVE CONTINUAAAAAAA, FIRME E FORTE!!! AH AH AHA, NÃO PODEMOS ESQUECER AUDITORIA FEDERAL JÁ!!! A VERBA DO FUNDEB É ESSENCIAL!!!

  7. … José Wilson diz:
    16 de junho de 2011

    Salve…
    Salve…
    Maria Luah, por favor, veja o primeiro comentário e me diga o que ganhamos. O governo está brincando com os pais, alunos e profissionais da educação de nosso belo estado.
    Paz e luz.
    Abraços serranos…
    …NA LUTA!!! A GREVE CONTINUA!!!!!!!>>>AUDITORIA FEDERAL JÁ!!!

  8. … Fernanda C da Silva Cherem diz:
    16 de junho de 2011

    Môa, por favor corrija a informação desse post: a redução de 50% é nas aulas excedentes e não na hora-atividade, uma coisa não tem nada a ver com a outra. Exemplo: Tenho 40hs, e preciso dar 32 aulas, porém posso dar até 8 aulas excedentes (aulas a mais) e isso aumenta meu salário em 40%. Hora-atividade é o tempo destinado à preparação de aulas, correção de provas e trabalhos etc. …A HORA ATIVIDADE HOJE ,APLICADA EM S.C. É DE 1/5, MAS! sempre tem um MAS, o governo do seu raimundo se nega a cumprir o que manda o MEC com apoio STF.( QUE É 1/3 DE HORA ATIVIDADE!!!) …………..GANHAMOS NO SUPREMO O DIREITO AO PISO NACIONAL DO MAGISTÉRIO E 1/3 DE HORA ATIVIDADE!!! não se esqueça seu raimundo!!!……………………………………….É GREVE!!!

  9. … Eraldo Arruda diz:
    17 de junho de 2011

    A jornalista e filósofa Lia Diskin, no Festival Mundial da Paz, em Floripa (2006), nos presenteou com um caso de uma tribo na África chamada Ubuntu.
    Ela contou que um antropólogo estava estudando os usos e costumes da tribo e, quando terminou seu trabalho, teve que esperar pelo transporte que o levaria até o aeroporto de volta pra casa. Sobrava muito tempo, mas ele não queria catequizar os membros da tribo; então, propôs uma brincadeira pras crianças, que achou ser inofensiva.

    Comprou uma porção de doces e guloseimas na cidade, botou tudo num cesto bem bonito com laço de fita e tudo e colocou debaixo de uma árvore. Aí ele chamou as crianças e combinou que quando ele dissesse “já!”, elas deveriam sair correndo até o cesto, e a que chegasse primeiro ganharia todos os doces que estavam lá dentro.

    As crianças se posicionaram na linha demarcatória que ele desenhou no chão e esperaram pelo sinal combinado. Quando ele disse “Já!”, instantaneamente todas as crianças se deram as mãos e saíram correndo em direção à árvore com o cesto. Chegando lá, começaram a distribuir os doces entre si e a comerem felizes.

    O antropólogo foi ao encontro delas e perguntou porque elas tinham ido todas juntas se uma só poderia ficar com tudo que havia no cesto e, assim, ganhar muito mais doces.

    Elas simplesmente responderam: “Ubuntu, tio. Como uma de nós poderia ficar feliz se todas as outras estivessem tristes?”

    Ele ficou desconcertado! Meses e meses trabalhando nisso, estudando a tribo, e ainda não havia compreendido, de verdade,a essência daquele povo. Ou jamais teria proposto uma competição, certo?

    Ubuntu significa: “Sou quem sou, porque somos todos nós!”

    Atente para o detalhe: porque SOMOS, não pelo que temos…
    UBUNTU PARA VOCÊ!

    Prof. Eraldo ACT ……………………………………………………………….…UBUNTU MESTRE ERALDO!!!

  10. …”PROFESSOR DOUTOR ROQUE”…….oi pessoal: vamos participar sim.

    é por isso que lutamos, não vamos esquecer nuncaS, nuncaS no plural mesmo.

    COLEGAS estamos Lutando por TODOS!
    repetindo quem já falou : lutamos por TODOS!

    lutamos inclusive pelos que não estão em greve, lutamos pelos que tem seus sérios, sérios motivos por não entrar na luta, lutamos pelos que tem motivos pessoais por não estar na luta.
    Lutamos pela lei do piso na carreira, lutamos pela aplicação de uma lei federal em que um governo não quer aplicar aqui nas terras do sul-maravilha _ O odorico paraguassú , o bem amado para quem não lembrar do personagem, vai ficar com muita inveja! do colombo, por não conseguir fazer a mesma coisa lá, implatar o eficiente tal curral eleitoral lá em sucupira,

    Lutamos por Todos!!!
    Acho que dá para perceber como estou me sentido, a INJUSTIÇA, e sei que a maioria está .
    Todos injustiçados.
    Queridos amigos, Todos, é apenas mais um desssabaaafoofooofooossss, dentre os tantos que estamos escutando, lendo , vendo nos rostos de cada um.

    …A GREVE CONTINUAAAAAAA!!!>>>AUDITORIA FEDERAL JÁ>>>>>>>GRANA DO FUNDEB???????………………………………………lhe admiro “MESTRE-DOUTOR ROQUE ROLL”da EEBSJH!!!

  11. … Mara Cristina Ramos Cordeiro diz:
    17 de junho de 2011

    Hum entendi…felipe meLLo…elizete meLLo…hum jorginho meLLo…kkkkkkkkkk palhaçada como disse o caro colega, vem pra uma escola trabalhar, vem pra uma sala de aula, vem conhecer a realidade da educação catarinense pra depois falar…
    a e se quiser trocar um mês de salário hehehe aceito…
    …A GREVE CONTINUAAAAAAA!!!>>>>>>>AUDITORIA FEDERAL JÁ…verba polpuda do Fundeb???………..”ta de sacanagem este filhote de cruz credo; que foi secretário da administração do DÁRIO e saiu “corrido” da Prefeitura de Floripa!>>>>>>>NEPOTISMO!!!

  12. …”texto de Elaine Tavares” …………………………………………….sexta-feira, 17 de junho de 2011
    Professores estaduais seguem em greve

    Poucas coisas nos emocionam no dia-a-dia, tudo é tão corrido e há uma vida para vencer a cada 24h. Mas, às vezes, uma criança sorrindo, um pôr-do-sol, um velhinho arrastando os chinelos me trazem lágrimas aos olhos. Ontem me emocionei com os professores em greve. Fui à assembléia que decidiria se a greve seguia ou não, depois da ameaça de corte de ponto do governador Raimundo Colombo. Ali estavam, centenas destes seres que resistem na educação. Que conseguem tirar leite de pedra, que têm amor pela profissão e que enfrentam a loucura de uma vida com salários indignos.

    Falei com dezenas de professores substitutos, os famosos ACTs, que precisam se virar nos trinta, nos quarenta, nos cinqüenta. Que correm de um lado para outro, dando aula em dois colégios, geralmente um em cada extremo da cidade, precisando comer dentro do ônibus que, por sua vez, demorar horas para fazer os trajetos que seriam feitos em minutos. Uma vida dura demais.

    E o governador de Santa Catarina obriga os professores a irem para a greve para que se cumpra a lei. Que porcaria de estado de direito é esse que a burguesia tanto preza? Por que a justiça não obriga o governador a cumprir a lei e pagar o piso? Pois o espertinho quer incorporar velhos ganhos no piso, fazendo com que os professores sigam sem aumento real no salário. Já é bem ruim ganhar apenas 1.800 reais para viver a cotidianidade de um sistema educacional que não liberta, que oprime e forma pessoas conformadas.

    Os professores querem ganhar bem para ter um emprego só, para preparar melhor suas aulas, para comprar livros, ir no cinema, no teatro, vivenciar realidades que possam ser incorporadas à educação. Os professores querem o direito de viver com dignidade para poder pensar e criar.

    Mas, da forma como a educação é conduzida nesse estado e nesse país, professor só serve mesmo para reproduzir o estado das coisas. Mal remunerado precisa cuidar da sobrevivência, não tendo condições de promover práticas libertadoras.

    Ontem, em Florianópolis, os professores decidiram dizer não à proposta de Colombo. Querem vida digna ou nada. As pessoas deveriam assistir a uma assembléia de professores, conhecer suas realidades, olhar nos olhos. Saberiam que não é fácil, mas que tem muita gente boa querendo um mundo melhor! Para todos e não só para alguns… ……………………………………………………………………………….…A GREVE CONTINUAAAAAAA!!!>>>>>>>AUDITORIA FEDERAL JÁ nas”contas da secretaria de educação” do Estado de Santa Catarina, com relação a aplicação das VERBAS FEDERAIS DO FUNDEB!!!???????

  13. …Pedro diz:
    17 de junho de 2011

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK. Faz-me rir. Afinal, o dr. Serpa é o procurador geral do estado e, ao mesmo tempo, em confusão ideológica-administrativa-politicóide, diz-se advogado do tal pessedebista. Por consequência, suas afirmações demarenistas, como sempre, apenas comprovam que o tal “novo” partido é mais velho do que o golpe de 64. Haja paciência.
    …A GREVE CONTINUAAAAAAA!!!>>>AUDITORIA FEDERAL JÁ!!! “CADÊ A GRANA DO FUNDEB!!!”

  14. …”Professores”…………..”O NOME DELE É ADEMAR!”…muito bom Mestre!!!

    Enquanto o governo do Estado e a Secretaria da Educação continuam brincando de negociação e debochando dos professores, como fizeram governos anteriores, principalmente Paulo Bauer e Luiz Henrique, sem menosprezar os demais, os professores de Santa Catarina, desta vez (seria bom que o governo percebesse), não estão brincando de fazer greve. Não há mais conotação política de qualquer partido, se bem que alguns deles até tentam tirar proveito da situação. O governo propõe o pagamento do piso nacional do magistério, porém, não abre mão de corte da regência de classe. A lição dos professores é de que as demais categorias funcionais do Estado deveriam seguir o exemplo e parar o Estado. Deixassem os vereadores, deputados, senadores, e demais rapinantes ficarem apenas uma única semana em sala de aula ou numa enfermaria de hospital. Gostaria de ver.

    …Ademar Bodemüller………….. …A GREVE CONTINUAAAAAAA!!!>>>>>>>AUDITORIA JÁ NAS CONTAS da secretaria estadual de educação!!!—JÁ SE FALA ABERTAMENTE EM “INTERVENÇÃO FEDERAL” E ATÉ “IMPEDIMENTO DO senhor raimundo colombo e sua “TRIPA-ALIANÇA”-pmdb, psdb,pfl/dem/psd(A CAMUFLAGEM) E “DEMAIS ENRrolaDOS”…CHEGA!!!, A POPULAÇÃO CATARINENSE, literalmente não suporta mais este “estado de coisas”, ESTA CORJA IRÁ PARA CADEIA!!!CHEGA!!!!!!!

  15. …”paulo alça”………………………aquele MALA, não tem!

    Entre informações e deformações o”Fundeb”, a bem da verdade por uma ação “julgada” pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina, passou a integrar a receita líquida do Estado. O que significa isso? Na hora de calcular os repasses aos “poderes” com bases em percentuais o valor é muito maior porque estão somados os recursos do “Fundeb”(MÃO GRANDE). Tirando esses recursos da base de cálculo os repasses “MINGUAM”. Foi por essa razão que incluíram o “Fundeb” no caixa único para que os “poderes” ganhassem mais. Como resolver a QUESTÃO. Alterando a Lei de Diretrizes Orçamentárias, que começa a ser debatida na Assembleia (VAMOS FAZER NOSSA ASSEMBLEIA ESTADUAL na assembleia aposentadoria S.A.!!!) É uma grande idéia para o momento!……………………………………………………………………………. O que vai acontecer? …………………………………………………………….Tirando o Fundeb da receita líquida, os “poderes” vão ganhar menos e sobrarão para o governo do Estado recursos para aplicar na educação. Mesmo porque o dinheiro do “Fundeb” É para a Educação, o problema é que se transformou em base de cálculo elevando os valores, exigindo que o governo desembolse mais GRANA para os “poderes” hoje abarrotados de dinheiro, enquanto “A EDUCAÇÃO SE ARROMBA” com um orçamento carimbado pelo FUNDEB mas “desviado na cara dura”, falta de recursos??????? Tudo isso tem que ser AUDITADO com urgência!!!???????AUDITORIA FEDERAL JÁ!!!

    “Durma com um barulho destes!!!”

    Será que a Assembleia APOSENTADRIA abriria mão de R$ 60 milhões? O Tribunal de(in) Justiça de repente deixaria um repasse de R$ 150 milhões e o Ministério Público (ou seria privado?)cerca de R$ 50 milhões? Reflexos da saída do Fundeb da receita líquida. Todos vão querer uma “compensa”!!!

    O (DES)governado raimundo colombo declarou depois da reunião com o colegiado que não há CRISE no (DES)governo e ninguém está saindo (BATER EM RETIRADA, ANTES QUE QUEIME O FILME). Houve “boatos” da saída dos secretários de Segurança, Fazenda e não esquecendo o filhote do depu.jorginho e da elizete meLLo (será que MELLOU O ANGU DOS meLLo???)……. Reafirmou que todos permanecem. (ficou com dúvida? POIS POIS, E AGORA joão raimundo?…

    Greve legítima , DESDE SEMPRE!!!

    Os professores que estavam nas galerias da Assembleia portavam faixas , entre eles, um que dizia para os deputados devolverem o dinheiro do “Fundeb”. Da tribuna o deputado Kennedy Nunes disse para os professores irem ao Tribunal de Justiça com uma faixa dizendo para os magistrados devolverem o dinheiro do Fundeb, no Ministério Público para que os promotores devolvam, no Tribunal de Contas para que os conselheiros devolvam . Ou seja, enquadrou todos os beneficiados. Não é dinheiro do “Fundeb???????”, mas como base de cálculo eleva os repasses não só da Assembleia. Vamos ser justos cobrem de todos…(TODOS QUEM CARA PÁLIDA???) >>>”QUE VERGONHA ESTA ATITUDE DOS PODRES PODERES!!!

    …A GREVE CONTINUAAAAAAA!!!

    O líder do governo elizeu mattos recebeu os representantes do Sinte no gabinete dele na Assembleia e a partir daí passou todo o dia intermediando uma “negociação” com o governo. Ora conversando com o governador Colombo, ora reunindo-se com o secretário-adjunto da educação, Eduardo Deschamps. No final da tarde colocou novamente Deschamps com o Sinte para mudanças na Medida Provisória, ou seja, outra será enviada pelo governo estabelecendo novos “benefícios” (PEGA NA MENTIRA!!!).

    O governo dizia que não tinha recursos(PEGA NA MENTIRA) para PAGAR os professores, mas saiu de R$ 13 milhões para R$ 22 milhões. De repente quem sabe tem mais!?! …(SÓ EM 2011 ABOCANHOU PELO MENOS 300 MILHÕES DO FUNDEB)! …A GREVE CONTINUAAAAAAA!!!>>>AUDITORIA FEDERAL JÁ!!!

  16. …”GALERA, VOCÊS SÃO O QUE DE MELHOR EXISTE. MELHOR SÓ VIRÁ QUANDO SEUS FILHOS E FILHAS NASCEREM!!! MUITO OBRIGADO PELO APOIO, À UMA LUTA QUE É DE TODOS!!!!!!!” …Não vamos fraquejar é a hora de erguer a cabeça e seguir em frente nessa LUTA!

    Essa é uma mensagem dos Alunos aos Professores:
    “Sem sonhos, as perdas se tornam insuportáveis ,as pedras do caminho se tornam montanhas, os fracassos se transformam em golpes fatais. Mas, se você tiver grandes sonhos…seus erros produzirão crescimento, seus desafios produzirão oportunidades, seus medos produzirão coragem (Augusto Cury).” …A GREVE CONTINUAAAAAAA!!!>>>AUDITORIA FEDERAL JÁ!!! “CADÊ A GRANA DO FUNDEBBBBBBB???”

  17. …”LEITURA GALERA!!!” AAA solidariedade dos diretores do sul

    “Carta enviada por email A TODOS OS PROFESSORES….SOLIDARIEDADE DOS DIRETORES,

    Criciúma, 27 de maio de 2011.

    Exmo. Governador do Estado de Santa Catarina
    Sr. Raimundo Colombo

    Nós, diretores e assessores da 21ª GERED – Gerência de Educação, no anseio de buscar sempre a melhoria da qualidade da Educação Catarinense, preocupados com o desempenho do Governo do Estado do qual participamos ativamente da campanha eleitoral, e temos trabalhado sempre na intenção de que este governo dê certo, fazendo uma excelente administração. No entanto, de alguma forma, compreendemos também que, em algum momento, o governo não teve o suporte necessário para munir-se de informações suficientes, a fim de conhecer a realidade vivida por dezenas de escolas e milhares de professores catarinenses. Na continuidade deste relato, tentaremos explicitar estas angústias que compartilhamos juntos, já que, embora estejamos na situação de gestores, somos, acima de tudo, docentes que amam sua profissão!

    O Plano de Carreira dos profissionais da Educação é um fato. É fruto do trabalho docente, de uma categoria que esteve sempre em luta por seu merecido respeito e reconhecimento, tanto da Educação quanto do Governo. O que percebemos no atual momento é que este Governo não chegou a, de fato, ouvir o que esta categoria tem a dizer! Pela leitura feita das discussões em torno da nova tabela salarial, junto aos Governos Estadual e Federal, compreendemos que o nosso Plano de Carreira deveria ter sido respeitado e, pelo acompanhamento que temos tido pela mídia, a intolerância tem partido sempre do Governo! Temos certeza de que, caso apareçam as suficientes informações para que as negociações de fato aconteçam, teremos um outro quadro no Magistério catarinense em breve e a greve cessará rapidamente.

    Como gestores, ainda gostaríamos de listar alguns problemas que temos compartilhado há algum tempo, sem retorno, e que nos têm deixado bastante preocupados e já sem muitos argumentos diante da comunidade escolar, justamente porque tentamos manter a boa imagem do Governo do Estado de Santa Catarina:

    1) Primeiramente, o ano letivo iniciou-se conturbado, devido à falta de professores (tanto efetivos quanto de ACTs).
    A percepção geral foi a de total falta de organização na Secretaria de Educação.
    Houve muita demora na indicação dos diretores, o que causou certo desconforto entre os atuais gestores, secretárias e corpo docente.
    A licitação de material de expediente, que até hoje não aconteceu, é um dos mais graves problemas que a escola vem sofrendo até o momento: como trabalhar sem materiais como folhas de papel, caneta esferográfica, clipes, lápis…?

    2) Em segundo lugar, a estrutura de inúmeras escolas vem sofrendo com a falta de muitas coisas.
    As instalações elétricas são inadequadas. O princípio de incêndio é iminente em várias Unidades de Ensino, cujas instalações já foram fotografadas, feitos relatórios, projetos, mas nada ainda foi resolvido. Não queremos e não podemos aguardar uma tragédia ocorrer e parar na mídia negativa, precisamos evitar estes acontecimentos o mais depressa possível.
    As reformas estão sendo aguardadas há muito tempo. Há problemas na estrutura física, paredes rachadas, calçadas quebradas, falta de manutenção em prédios antigos, janelas e portas apodrecidas, azulejos quebrados, pisos de sala de aula com tacos antigos, cheios de cupim ou faltando unidades, o que passa a ser perigoso ao bem-estar tanto do aluno quanto do professor; além de visivelmente negativo quando aberto ao público, dando mais uma vez, uma impressão negativa da escola (Projetos como Feiras, Gincanas, Escola Aberta, Concursos Públicos, Palestras, Reportagens…).
    Há trabalho sem material suficiente, falta material de higiene pessoal e limpeza, cujas licitações até hoje também não foram realizadas!

    3) Em terceiro lugar, gostaríamos de falar quanto à qualificação de nossos pares, os profissionais da Educação, o que incluem os ACTs.
    É preciso ressaltar que estamos muito preocupados em como administrar a escola com a falta de profissionais habilitados em sala de aula. Precisamos de docentes que sejam formados em Licenciatura; uma vez que temos recebido muitos profissionais liberais e/ou sem formação docente na área de atuação, o que compromete a qualidade de ensino.
    É importante ressaltar ainda que, se Santa Catarina registra importantes e positivos índices no cenário Nacional, isso se deve aos professores efetivos e/ou habilitados que, mesmo não contando com melhores condições de trabalho, fazem um excelente trabalho, dando o melhor de si em sala de aula. Mérito desta mesma categoria que luta pelo seu Plano de Carreira e salários um pouco melhor!

    4) Em quarto lugar, queremos registrar, mais uma vez, a necessidade de demonstração de respeito ao profissional de Educação.
    O achatamento da tabela salarial, apresentado no projeto enviado, vai desmotivar ainda mais esta categoria, inviabilizando ao professor formado a contínua Especialização. Qual o profissional da Educação quererá seguir em uma Pós-Graduação? E o professor que terminou a Especialização, como terá estímulos para seguir um Mestrado ou Doutorado? E o que já é Mestre ou Doutor, por quais motivos quererá permanecer no Magistério, tendo outras oportunidades que lhe pagarão mais?
    Esse desrespeito da nova tabela implicará em um grande esvaziamento de habilitados, falta de procura por cursos de licenciatura nas universidades e um queda irreparável na Educação, trazendo mais mídia negativa e outros inúmeros problemas de ordem comportamental na escola, uma vez que os que estarão lecionando, não terão metodologia nem didática para lidar com os problemas escolares.

    5) Em quinto e último lugar, mas não menos importante, precisamos deixar a pergunta: como administrar a escola, diante da negativa do Governo Estadual, após a greve?
    Nós, antes de sermos cargos comissionados, somos professores. Diante desse desrespeito, como lidaremos com nossos colegas, na volta da greve? Como administraremos o retorno de nossos companheiros que também estarão lutando por um salário que também é nosso, já que daqui a algum tempo, estaremos de volta às salas de aula?

    São questões delicadas como estas que nos deixam preocupados, pois queremos garantir a ordem e o respeito ao Governo do Estado, mas queremos também garantir que seremos todos respeitados como docentes, profissionais de carreira.

    Por todas as observações e justificativas acima elencadas, gostaríamos de fazer um pedido nada mais que justo: que fossem reabertas as negociações, mas que, desta vez, o grupo de professores fosse de fato ouvido e que fosse levado em consideração o Plano de Cargos e Salários desta categoria, uma vez que é ele quem garante a formação continuada do profissional da Educação e a conseqüente e permanente qualidade do ensino no Estado de Santa Catarina.

    Por termos a certeza de que seremos atendidos e as negociações reabertas, despedimo-nos, mui respeitosamente.

    Atenciosamente, Diretores e Assessores da 21ª GERED.” ………………….A GREVE CONTINUAAAAAAA!!!>>>AUDITORIA FEDERAL JÁ!!! “CADÊ A VERBA DO FUNDEBBBBBBB???”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.